Arquivo da tag: piscina limpa

Acabou o verão; hora de redobrar os cuidados com a piscina


Foto: Divulgação/Abiclor.

Com o fim do verão e a chegada das estações mais frias, o uso das piscinas acaba sendo menor e, por mais que a água permaneça clara, ela necessita de alguns cuidados. Muitos micro-organismos acabam se espalhando nas piscinas por falta de tratamento, assim como a proliferação de larvas de mosquitos como a do Aedes aegypti. Pensando nisso, o Piscina Limpa  recomenda alguns cuidados e dá dicas para garantir a manutenção nos meses de menos frequência.

Para a conservação da água, é fundamental analisar e realizar algumas ações para evitar a proliferação de algas e resíduos que possam prejudicar as piscinas. Para que o tratamento seja um sucesso é preciso levar em conta alguns fatores como: a remoção das sujeiras, o bom funcionamento do filtro e o uso correto dos produtos químicos, para manter a água sempre limpinha e saudável.

Dicas úteis:

  • Filtragem da água, por aproximadamente duas horas. A bomba ligada ao filtro estimula a movimentação e faz com que toda água da piscina chegue aos filtros para reter as impurezas.
  • Análise do teor residual de cloro livre, que deve estar na faixa de 1 a 3 ppm. A eficácia do cloro como desinfetante ou oxidantes depende de outro fator de controle, o pH. A recomendação para manter o nível de pH deve ser entre 7,2 e 7,6, diariamente.
  • Controle da alcalinidade:– Uma vez por semana, a alcalinidade da água deve ser medida, devendo ficar na faixa entre 80 e 120. Se estiver fora desse padrão, é preciso corrigir por meio de produtos indicados, conforme orientação do fabricante.
  • Supercloração:  A cada 15 dias deve ser realizada a supercloração, ou seja, a dosagem do cloro deve ser três vezes superior à dosagem habitual de manutenção, aproximadamente 10 ppm de cloro livre, de 1 a 4 horas, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Indica-se fazer a supercloração depois do pôr do sol, visto que os raios ultravioletas do sol destroem o cloro ativo.
  • Uso de cobertores ou lonas ajuda a manter a piscina em boas condições, evitando que caia folhas e insetos;
  • Não esvazie a piscina no inverno; remover a água não é aconselhável pois resseca a piscina e pode provocar algumas rachaduras. O indicado é reduzir um pouco o seu volume.

Para saber mais sobre como cuidar da sua piscina, acesse o manual “Piscina sem lágrimas”, da Abiclor.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em dicas, piscina

Piscina a bordo


O sonho de ter uma piscina em casa pode custar muito caro, necessitar de obras e requerer muito tempo. Menos para essa empresa australiana. A Shipping Containers Pool criou um novo negócio que utiliza contêineres fora de uso para construir piscinas. Com isso, o esforço de cavar buraco e fazer todo o sistema de filtração é poupado. O transporte até a casa do cliente é feito por um caminhão-guindaste. A piscina chega pronta para ser usada. Só é preciso enche-la de água.

 

Deixe um comentário

Arquivado em piscina

Acessório tecnológico promete proteger crianças de afogamento


iSwimband monitora as atividade dos pequenos na piscina. Foto: Divulgação.

iSwimband monitora as atividade dos pequenos na piscina. Foto: Divulgação.

Um acessório tecnológico vai ajudar a proteger crianças do afogamento. O iSwinband monitora as atividades dos pequenos e envia, por meio de um aplicativo para iPad e iPhone, dois tipos de alertas: se a criança entrou na piscina, quando o equipamento entra em contato com a água, e se ela permanece debaixo d’água por um período relativamente grande, o que poderia indicar um possível início de afogamento.

Com um formato parecido com uma tiara, o iSwinband foi desenvolvido pela Acqua Safety Concepts e deve chegar ao mercado em maio.
_______________________________________________________

Quer concorrer a uma capinha de celular a prova d’água? Participe da campanha “Um dia feliz na piscina”. Saiba mais aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em curiosidades, piscina

Aeroporto de Cingapura tem piscina


 A empresa Changi Airport, parte do consórcio que adquiriu o controle do aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro, administra, também, o aeroporto de mesmo nome em Cingapura, eleito o melhor do mundo em 2013 pelo World Airport Awards, prêmio realizado todos os anos pelo site SkyTrax com mais de 12 milhões de votantes.

Entre opções como cinema, sala de leitura, jardins, sala de descanso e salão de beleza, os passageiros podem aproveitar a piscina do aeroporto, localizada na cobertura do local. Administrada por um hotel que também faz parte do complexo, o acesso gratuito para os hóspedes, mas passageiros não hóspedes também podem tomar sol e usar toda a estrutura (incluindo jacuzzi, chuveiro e toalhas) pagando uma taxa de menos de US$ 15.

Imagem Piscina na cobertura do aeroporto pode ser usado por passageiros mediante o pagamento de uma taxa (Foto: Divulgação/Changi Airport Group)

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Michael Phelps participa de testes de doping e indica que pode voltar a competir


 Na última semana a Agência Antidoping dos Estados Unidos divulgou que o nadador americano, Michael Phelps havia participado de alguns exames para controle de substâncias proibidas para os atletas. A informação é um indício de que Phelps pode voltar a competir em 2014, e, consequentemente, participar dos jogos olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

O americano é conhecido como o melhor nadador de todos os tempos, ao menos, na quantidade de medalhas olímpicas conquistadas, é o recordista, com 18 ouros.

Imagem (Foto: Divulgação/The Guardian) 

 

Michael Phelps já foi questionado algumas vezes se tinha chances de voltar a competir em 2016. No Mundial de Barcelona, em agosto, foi evasivo em sua resposta, mas também não descartou a possibilidade.

– Não sei. Estamos em 2013. Não há nada em curso neste momento. Meu agente perguntou onde quero estar daqui a 1, 5, 10 anos. Mas ainda tenho de tentar colocar isso no papel.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Cielo diz que “jeitinho brasileiro” fará jogos olímpicos funcionarem


O maior nome da natação brasileira, Cesar Cielo, vêm se notabilizando também pelo seu tom crítico às principais organizações do esporte brasileiro. Em visita ao Rio de Janeiro, cidade sede dos jogos de 2016, Cielo disse em entrevista ao portal G1, ter ficado assustado com as condições em que as obras de alguns importantes locais da cidade se encontram.

“Acho que assusta a todo mundo, não só a mim. Mas, no final das contas, vamos precisar dar um jeito. Espero que o jeitinho brasileiro funcione bem e que as Olimpíadas sejam um bom evento para o Brasil. (…) Eu fui para o Rio apenas por conta de alguns eventos de patrocinadores. Visualmente, eu posso dar uma opinião. Eu realmente não sei falar mais a fundo, estou como qualquer cidadão brasileiro. Espero que tudo fique pronto a tempo, que sejam Olimpíadas bonitas. Nós vemos muita coisa em construção, não sei quanto tempo demora. Eu, como cidadão, torço para que sejam Olimpíadas bonitas.”

Imagem(Foto: João Gabriel Rodrigues/G1)

Cielo é enfático ao criticar, também, as condições específicas da natação brasileira.

” Eu acho que, para a natação em geral, estamos defasados em termos de piscina. Hoje, temos alguns lugares para treinamentos que são muito bons. Piscinas rápidas, de competição, perdemos o Maria Lenk, quase perdemos o Júlio Delamare. Basicamente, temos apenas uma piscina de competição. Precisamos de mais piscinas espalhadas pelo Brasil, com a tecnologia nova, que já é possível ter. Claro, uma ou outra coisa também pode melhorar, mas é difícil falar. Mas acho que temos muito a melhorar, sim.”

Confira o vídeo da entrevista realizada pelo G1.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Brasil conquista medalha de ouro em nova etapa do Mundial de natação


 O desempenho da seleção brasileira de natação vêm melhorando a cada etapa do mundial disputada. Após conquistar três medalhas de bronze na terça-feira, os brasileiros tiveram um desempenho ainda melhor no último dia da etapa de Cingapura da Copa do Mundo de Natação em piscina curta (25 metros). A equipe do revezamento misto, que já havia conquistado medalha de bronze e prata, respectivamente, nas últimas duas etapas do mundial, levou o ouro na prova da última quarta-feira.

 Nicholas dos Santos, Fernando Silva, Larissa Oliveira e Graciele Hermann lideraram desde o início e completaram o revezamento 4×50 metros livre em 1min31s20. O pódio foi completado pelas duas equipes da Austrália, com os tempos de 1m32s75 e 1min34s78, respectivamente.

 

Imagem(Foto: Divulgação)

Outras Medalhas

Na mesma prova em que conquistou bronze no Mundial de Barcelona, os 100m peito, Felipe Lima levou uma medalha da mesma cor em Cingapura. O nadador de Cuiabá, que já havia ficado em terceiro nos 50m peito na terça, completou o pódio, com o tempo de 58s29. O ouro ficou com o húngaro Daniel Gyurta, que fez 57s31. A prata foi para o russo Vladimir Morozov (57s67).

 

Imagem(Foto: Divulgação)

Guilherme Guido esteve no mesmo lugar no pódio que Felipe Lima, na final dos 50m costas. O recordista sul-americano da prova terminou em terceiro lugar, com o tempo de 23s53. O americano Eugene Godsoe fez 23s12 e levou o ouro. O australiano Robert Hurley ficou com a prata (23S26).

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized