Arquivo da categoria: higiene

Chuvas de verão exigem mais cuidados com a piscina


rain-472365_1920

Se o verão é a época do ano em que mais aproveitamos das piscinas para o nosso refrescamento, não podemos esquecer que é também é a estação das chuvas.  Mesmo que a chuva seja sempre bem-vinda para amenizar as temperaturas elevadas, é preciso ficar atento à piscina, para manter a água saudável, em condições adequadas de uso. Sem os devidos cuidados, a piscina torna-se um campo fértil para a proliferação de vírus, fungos e bactérias.  O cloro é usado há mais de um século como desinfetante de água de piscinas. As suas características eficazes do cloro fazem com que o produto seja um dos principais componentes para manutenção da limpeza. O cloro atua como um rápido e persistente sanitizante (desinfetante), é um algicida efetivo, ou seja, combate a proliferação de algas e é forte oxidante, pois elimina materiais orgânicos que podem alterar a cor da água, gerar odores ou formar limo.

A rotina diária da limpeza inclui os seguintes procedimentos.

  • Filtragem da água, por aproximadamente duas horas. A bomba ligada ao filtro estimula a movimentação e faz com que toda água da piscina chegue aos filtros para reter as impurezas.
  • Análise do teor residual de cloro livre, que deve estar na faixa de 1 a 3 ppm. A eficácia do cloro como desinfetante ou oxidantes depende de outro fator de controle, o pH. A recomendação para manter o nível de pH deve ser entre 7,2 e 7,6, diariamente.  O desequilíbrio do pH pode deixar a água esverdeada, o que pode ser corrigido com a aplicação dos produtos químicos corretos, como a supercloração e a manutenção do residual de cloro sempre de 1 a 1,5 ppm.
  • Controle da alcalinidade: Uma vez por semana, a alcalinidade da água deve ser medida, devendo ficar na faixa entre 80 e 120. Se estiver fora desse padrão, é preciso corrigir por meio de produtos indicados, conforme orientação do fabricante.
  • Supercloração:  A cada 15 dias deve ser realizada a supercloração, ou seja, a dosagem do cloro deve ser três vezes superior à dosagem habitual de manutenção, aproximadamente 10 ppm de cloro livre, de 1 a 4 horas, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Indica-se fazer a supercloração depois do pôr do sol, visto que os raios ultravioletas do sol destroem o cloro ativo.

Fonte: Piscina Limpa

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em campanha, curiosidades, higiene, piscina

Dicas para aproveitar melhor a piscina


No verão, as piscinas são um dos pontos de lazer mais procurados. Com o aumento da frequência e o uso mais intensivo da piscina é fundamental tomar alguns cuidados para evitar o risco de contaminação de doenças como hepatite A, micoses de pele, pneumonia, diarreia e infestação de piolhos, comuns quando um grande número de pessoas se banha na mesma água sem a higienização necessária. A aplicação é a forma mais eficaz e segura para manter a qualidade da água. O cloro é capaz de eliminar fungos e bactérias rapidamente. A aplicação de cloro varia de acordo com uma série de fatores. Veja mais aqui.

Para garantir o bem estar e a saúde dos banhistas é preciso identificar se a água está adequada para uso. A água deve estar cristalina, de modo a permitir que o chão seja visto da superfície. Bordas e azulejos escorregadios ou pegajosos são um mau sinal. E vale também dedicar atenção redobrada ao motor da filtragem da piscina, que precisa estar funcionamento direitinho.

No caso de piscinas públicas, é altamente recomendado que seja feito exame médico antes de admitir novos usuários, para que qualquer micose ou infecção contagiosa seja detectada e tratada a tempo.

Outra dica: toma uma ducha antes de entrar na água e seque sempre os pés ao deixar a piscina e use chinelos. Isto porque os germes costumam se alojar e se proliferar no chão da piscina.

Para garantir a qualidade da água é muito importante controlar o pH da água a cada duas horas, especialmente em piscinas públicas, pois garante que a mesma está apta para banhistas sem qualquer risco de irritação aos olhos ou pele.

 

Fonte: BBC Brasil e Piscina Limpa.

Deixe um comentário

Arquivado em campanha, curiosidades, higiene, piscina

Verão é época de manter sua piscina limpa


Com a chegada da estação mais esperada do ano pelos amantes da piscina, não dá para deixar de ter certos cuidados para que a diversão de todos seja sempre segura e saudável. Confira abaixo algumas dicas de como cuidar de maneira simples e eficaz da sua piscina.

Vale lembrar que o cloro merece uma atenção redobrada, pois ele é responsável pela maior parte da higienização da sua piscina, sendo capaz de eliminar fungos e bactérias, evitando assim problemas de saúde causados por microorganismos. Ainda que outros métodos de limpeza possam ser utilizados, o cloro ainda é o mais indicado por conta da sua alta capacidade de desinfectação. Porém, cuidado: se não aplicado na quantidade correta, pode causar irritações nos olhos e nas peles dos banhistas. A proporção recomendada é:

  • cloro granulado: 4 gramas para cada 1.000 litros de água;
  • cloro líquido: 15ml para cada 1.000 litros de água;

A periodicidade ideal de aplicação é de três vezes na semana. É importante lembrar que o produto deve ser primeiramente diluído em água em um reservatório de plástico para que, assim, possa ser aplicado no filtro. No caso do cloro granulado, atenção: se colocado diretamente na água da piscina ele pode acumular no piso e manchar seu revestimento, caso seja de fibra ou de vinil.

Outros fatores que devem ser considerados:

  • o pH deve estar entre 7.2 e 7.6;
  • a alcalinidade tem que permanecer entre 80 e 120 ppm;
  • e o nível de cloro deve estar entre 1 a 3 ppm.

Lembre-se que cada piscina possui seus critérios específicos de cuidado, o que faz com que estas dicas sejam adaptáveis às necessidades de cada uma. Mas, no geral, estas pequenas atitudes já garantirão que sua piscina funcione corretamente e proporcione o lazer de toda a família durante todo o verão que só está começando.

Fonte: Pool Piscina.

Deixe um comentário

Arquivado em campanha, curiosidades, higiene, piscina

Não faça xixi na piscina, Valdirene!


Foto: Divulgação.

A despojada Valdirene da novela “Amor à Vida” vai deixar a edição deste ano do Big Brother Brasil mais divertida, isso porque a moça vai ficar por 12 horas na casa mais vigiada do País. A atriz Tatá Werneck, que interpreta a aspirante a celebridade, disse em seu Instagram que sua personagem vai aprontar muito no reality show e que vai fazer xixi na piscina do BBB. Apesar de a declaração ter sido feita em tom de brincadeira, o blog Piscina Limpa faz um apelo à “ inteligência pura” de Valdirene: não faça xixi na piscina! A urina pode trazer bactérias para a água e prejudicar o tratamento, como mostra reportagem do portal G1.

2 Comentários

Arquivado em curiosidades, higiene, piscina, xixi