Como limpar a piscina após a chuva de verão

Verão é a época de curtir e se divertir na piscina, mas é também época de muita chuva, que pode comprometer a qualidade da água. É comum a água ficar turva e esverdeada e ter o seu pH alterado, favorecendo  a proliferação de algas. Por isso, em tempos chuvosos, para evitar a proliferação de vírus, fungos e bactérias, a rotina de limpeza deve ser redobrada. Veja como tratar sua piscina nas chuvas de verão:

  • Analise o teor residual de cloro livre, que deve  estar na faixa de 1 a 3 ppm (partes por milhão). A eficácia do cloro como desinfetante ou oxidantes depende de outro fator de controle, o pH. A recomendação para manter o nível de pH deve ser entre 7,2 e 7,6, diariamente;
  • Controle a alcalinidade: uma vez por semana, a alcalinidade da água deve ser medida, devendo ficar na faixa entre 80 e 120. Se estiver fora desse padrão, é preciso corrigir por meio de produtos indicados, conforme orientação do fabricante;
  • Supercloração: deve ser feita a cada 15 dias, ou seja, a dosagem do cloro deve ser  três vezes superior à dosagem habitual de manutenção, aproximadamente 10 ppm de cloro livre, de 1 a 4 horas, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS);
  • Filtre a água, por aproximadamente duas horas. A bomba ligada ao filtro estimula a movimentação e faz com que toda água da piscina chegue aos filtros para reter as impurezas.

Fonte: Manual Piscina sem lágrimas