Natação, um dos segredos da longevidade

A prática de exercícios é essencial para todas as idades, mas, com o tempo, o corpo exige maiores cuidados devido à perda de massa muscular e massa óssea. Por ser uma atividade segura e de baixo impacto, a natação, quando acompanhada por profissionais experientes, não oferece risco à saúde dos idosos. É uma atividade que promove estímulos ao corpo, ajudando na locomoção, musculatura e respiração. O nado auxilia idosos que já não podem mais realizar exercícios de grande impacto, mas que não abrem mão de praticar exercício físico.

A natação aumenta a resistência e faz com que o corpo demore mais para sentir cansaço.  Uma das grandes vantagens é que a natação não prejudica as articulações, que tendem a ficar mais frágeis com a idade. Esse é um dos principais motivos pelos quais as atividades realizadas na piscina são tão indicadas para idosos – o  corpo sente menos o impacto da gravidade dentro da água, diminuindo o peso total sem sobrecarregar as articulações.   

Essa é uma atividade física que diminui os riscos de lesões e fraturas, comuns na terceira idade. Além disso,  trabalha a capacidade respiratória num ritmo adequado e seguro às pessoas de terceira idade, ajuda a melhorar a postura e a controlar o peso e o equilíbrio, e auxilia no condicionamento mental dos nadadores desta faixa etária, pois trabalha a concentração, autocontrole, raciocínio lógico.

Para que possam usufruir de todos os benefícios proporcionados pela natação, é importante que a prática seja acompanhada por um profissional que possa monitorar os movimentos e a evolução de cada pessoa.

Fonte: Progama Bem Estar e site felizmelhoridade