Água de piscina inflável também precisa de cloro

As piscinas infláveis são uma opção de lazer prática e econômica e muito utilizada principalmente para quem tem crianças.  Mas para que a diversão seja completa e ofereça segurança a todos os usuários da piscina é preciso tratar a água com cloro, para evitar transmissão de doenças e problemas de pele.

O uso do cloro ajuda a desinfetar a água, eliminando micro-organismos nocivos a saúde.   Se a opção for pelo cloro granulado, a medida recomendada é de 4g para cada mil litros de água. No caso do cloro líquido,  15ml  para cada mil litros de água. Essa operação deve ser realizada pelo menos  três vezes por semana e de preferência à noite. A piscina deve ficar inativa, sem uso, pelo período de 10 horas. 

É importante ainda utilizar semanalmente algicida (evita o desenvolvimento de algas e  que as paredes fiquem escorregadias) uma vez por semana, na proporção de 5ml para cada 1.000 litros de água.  É recomendado também o uso de clarificante  quando a água estiver turva esverdeada ( 4ml para cada 1.000 litros de água).

É muito importante seguir as instruções de armazenamento e manuseio contidas no rótulo dos produtos, para evitar acidentes.

A água das piscinas infláveis também requer tratamento com cloro, para evitar transmissão de doenças e problemas de pele.