Cuidados com o manuseio do cloro evitam acidentes

O cloro usado para tratamento da água de piscina é um produto químico e que requer muito cuidado na hora da utilização para evitar acidentes. Se manuseado de forma incorreta pode provocar queimaduras, inalação pelos gases tóxicos formados, irritação nos olhos e no sistema respiratório.

Por isso, é fundamental manter os produtos em ótimo estado de preservação, com tampas, em locais secos e seguros, além de sempre seguir as informações indicadas pelos fabricantes na embalagem, para que os níveis de cloro utilizados não sejam aplicados de forma errada, nem a mais, nem a menos. Assim, quando houver a necessidade de adicionar o cloro à água, é preciso verificar o pH da água e os níveis de cloro de acordo com o volume da piscina.

Uso de mangueira para tratamento de piscina.

É importante lembrar que o cloro deve ser adicionado à água, pois se feito de forma contrária pode causar a formação dos gases tóxicos. Já os produtos de textura granulada ou em pó precisam ser dissolvidos em

água, antes de serem adicionados à piscina e, além disso, os produtos químicos nunca devem ser misturados.

Feito de forma correta, o manuseio do cloro e de outros produtos químicos, é capaz de evitar transtornos em relação ao tratamento da água e à saúde dos usuários.