Os bastidores dos saltos ornamentais

Nos Jogos Olímpicos, em agosto, 136 atletas de países diferentes disputarão medalha nos saltos ornamentais. As competições serão no Centro Aquático Maria Lenk e terão as provas individuais e sincronizadas, no trampolim de 3 metros e na plataforma de 10 metros. Os homens saltam seis vezes, e as mulheres, cinco.

Para chegar até a plataforma de 10 metros, são 57 degraus. O Brasil, por ser país-sede, ainda tem oito vagas para as provas nos saltos sincronizados, que serão definidas este mês de maio no Troféu Brasil, em Brasília.

saltos_ornamentais

O controle do corpo, do espaço e dos movimentos é o que se exige dos atletas que saltam e mergulham em uma piscina. Quanto menos água espirrar, mais pontos o atleta consegue (a escala vai de 0 a 10). As duas maiores notas e as duas menores são excluídas e as três restantes são somadas e multiplicadas pelo grau de dificuldade dos movimentos. Sete jurados vão avaliar os competidores nas provas individuais.

Quanto mais mortais e parafusos, maior a complexidade.  No salto sincronizado, são 11 jurados, sendo que cinco julgam o sincronismo e três avaliam um saltador em separado. E outros três jurados julgam o outro atleta.

plataformas

Fonte: G1 – 11/05/2016

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s