Em curta-metragem, Casa Batlló é transformada em piscina

Em um curta-metragem especial, a Casa Batlló, localizada em Barcelona,  foi a personagem dos cineastas Mariona Omedes e Carles Mora, que usaram a magia do local e da água para produzirem um filme cultural. Como resultado, saíram vencedores do Festival Internacional de Filmes Turísitcos de Riga na categoria.

Uma das obras mais emblemáticas e criativas do arquiteto Antonio Gaudí, a Casa Batlló foi construída entre 1904 e 1906.  Sua construção, inspirada na natureza, transita entre o clássico e o moderno.  Graças aos seus detalhes, que vão desde o teto, que imita o dorso de um animal, às escamas dos acabamentos, a casa se tornou única, recebendo visitas de turistas do mundo inteiro.

Foi pensando nisso que os cineastas utilizaram a Casa Batlló para ser palco do curta-metragem vencedor do Festival.  Ao enche-la de água e transformá-la em uma grande piscina, a Casa se tornou ainda mais mágica e atrativa. Confira abaixo:

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s