Bruno Fratus ganha bronze no Mare Nostrum em Barcelona


O nadador brasileiro Bruno Fratus, de 28 anos, voltou a brilhar nas piscinas de Barcelona, durante o torneio Mare Nostrum.  Destaque na primeira etapa do circuito Mare Nostrum, Fratus garantiu ontem o terceiro lugar no pódio pela modalidade 100m livre.  O ouro e a prata ficaram os japoneses.

Com mais esse resultado em Barcelona, o brasileiro já conquistou três  medalhas.

O brasileiro, que segue agora para a última etapa,em Mônaco, usa essas competições como preparo para o Pan-Pacífico que acontecerá em Tóquio, em agosto. O Piscina Limpa está acompanhando a evolução da equipe brasileira.

Fonte: CBDA

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Brasil ganha ouro em circuito Mare Nostrum


O nadador carioca Bruno Fratus  conquistou medalha de ouro na etapa de Canet-em-Roussillon, na França, competição que faz parte do circuito Mare Nostrum.  Ele venceu os 50m livre ao alcançar a marca de 21s85, melhor tempo da competição, seguido pelo norte-americano Michael Andrew .  Agora, Fratus, segue para Barcelona para brigar pelo pódio, disputando a 39ª edição do Troféu Cidade de Barcelona, que será realizada amanhã, 13, e na quinta-feira, 14.  A última etapa da competição acontecerá em Mônaco nos dias 16 e 17 deste mês.

Fratus - foto satiro-sspress

Foto: Satiro / SS Press

O Mare Nostrum reúne nadadores das mais diversas nacionalidades e modalidades como 50m livre, 100m livre e 200m e borboleta e é realizado todo ano.

O Piscina Limpa está na torcida pela natação brasileira.

Fonte: Mare Nostrum

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Brasil é ouro no World Series Para Swimming, na Inglaterra


Seleção conquista oito medalhas na penúltima etapa do torneio promovido pelo Comitê Paralímpico Internacional
Rio 2016 - Natação

Cleber Mendes/MPIX/CPB

A equipe brasileira de paratletas, que participa  do World Series Para Swimming, em Sheffield, Inglaterra,  garantiu na quinta etapa do torneio cinco medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze.  O destaque foi o nadador Daniel Dias encerrou a participação do Brasil na competição com três das cinco medalhas de ouro conquistadas pela seleção brasileira, nas modalidades 50m costas, 50m livre e 100m livre. Ele ainda garantiu o recorde mundial nos 50m livres, com a marca de 31s90, batendo o próprio recorde,  de 2014.

Outros destaques foram as nadadoras Patrícia Pereira e Edênia Garcia, que ganharam uma medalha de ouro cada.

A próxima e última etapa do World Series 2018 acontece na cidade de Berlim, Alemanha, mas desta vez, sem a presença dos nossos  atletas.

Fonte: Comitê Paralímpico Brasileiro

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Biribol, um esporte 100% brasileiro


Sabe aquela partida de vôlei com os amigos na piscina? Então, é biribol. O mais curioso é que esse esporte coletivo que conquistou o mundo todo nasceu no Brasil, na década de 60. Mais  precisamente na cidade de Birigui, que fica a 500 quilômetros da capital paulista,  conhecida pelas altas temperaturas na maior parte do ano. O esporte foi inventado por um jogador de vôlei da cidade, Dario Miguel de Oliveira, em 1968.

biribol

Assim como no vôlei, no biribol também  usa uma rede suspensa por postes e uma bola específica. São quatro jogadores de cada lado, sendo dois no ataque e dois na defesa. Pontua o time que conseguir fazer a bola cair no lado do adversário.

 

Fonte: Portal Esporte Mais

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Dupla da natação artística é destaque nos jogos Sul-Americanos, na Bolívia


A dupla feminina do nado artístico Maria Clara Lobo e Luisa Borges é um dos destaques dos jogos Sul-Americanos de Cochabamba, na Bolívia, iniciados no último dia 26. O dueto representará o Brasil na competição de nado artístico, que vai ocorrer entre  3 e 6 de junho.

nado sincronizado - CBDA

Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Os treinos começaram há seis meses para que a dupla tivesse mais entrosamento e condições de produzir um espetáculo aquático. De lá para cá, a rotina de treinamentos se intensificou e as atletas desembarcam na Bolívia otimistas e confiantes na conquista de medalhas. Elas aparecem entre as favoritas das duplas sul-americanas – devem enfrentar as duplas da Bolívia, Peru, Chile, Colômbia e Venezuela

Luisa e Maria Clara disputaram um torneio juntas, pela primeira vez em 2017, durante o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de Budapeste.

Fonte: CBDA

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Conheça a nova aposta da natação brasileira, o caçula Murilo Sartori


Com apenas 16 anos, Murilo Sartori é a revelação das piscinas brasileiras. O jovem da cidade de Americana, em São Paulo, vem aos poucos conquistando seu espaço na água. Ele está sendo apontado como  uma das esperanças do País para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, nas modalidades 200m e 400m livres.

Murilo Satori - CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE DESPORTOS AQUÁTICOS

Foto: CBDA

Graças aos bons resultados, Sartori participará como um dos mais jovens da equipe brasileira que vai disputar os Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires, em outubro deste ano. Ele considera essa  competição a mais importante antes das Olímpiadas de Tóquio.

Apesar da pouca idade, o  atleta já coleciona 25 recordes em campeonatos disputados, feito que nenhum outro nadador alcançou até hoje, o que reforça a aposta de que Sartori tem grandes chances de subir ao pódio e garantir  medalhas para o Brasil. O Blog Piscina Limpa está na torcida por Sartori!

Fonte: Globoesporte.com e Terra.com

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Guilherme Costa é promessa nos Jogos Olímpicos de 2020


Especialista em provas de longa distância, o carioca Guilherme Costa é uma das esperanças para os Jogos Olímpicos 2020. O jovem de 19 anos já quebrou sete recordes sul-americanos no período de 1 ano e 18 dias, o que é uma marca excepcional nas modalidades 800m e 1.500m livres.

guilherme costa

Com a evolução de tempo nos treinos e a integração dos 800m livres nas Olímpiadas de 2020, Costa tem grandes chances de conquistar uma medalha. Na última etapa do Troféu Brasil, o nadador bateu o recorde continental na modalidade,  marcando 7m52s54.

Guilherme treina desde os 12 anos e por pouco não conquistou uma vaga na última nas Olímpiadas do Rio-2016. Vamos torcer para essa nova promessa brasileira nas piscinas de Tóquio.

 

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized